24 de set de 2011

na vida real, grampos!


 Sim! sou adepta dos grampos, sempre tenho uns na bolsa e os deixo no caminho como uma marca de que estive por alí, me divirto com as lembranças guardadas em sua caixa tão vintage... sempre me ajudaram a domar (ou tentam) meus cabelos, seja prendendo uma franja chata, seja para um coque displicente ou um penteado bolo de festa. 
Há quem não goste, eu não abro mão...
Charlotte Casiraghi também não...