13 de jul de 2011

A HOMEM DE BARRO

Eu não vou ficar falando muito da marca que conquistou dona Glorinha Kallil, como diz a Nashara, googlezeia aí! 
Vim salpicar um pouquinho dessa parceria com o casal Aline Rabello e Marcio Duque (não, não é meu primo, irmão, mas já considero da família).
HOMEM DE BARRO veio morar na CASA DUQUê porque nos afinamos em conceitos de moda, de arte, de consumo inteligente. 
Quando eu fico lá no ateliê espiando a Aline Rabello tingir, bordar e alfinetar petála por pétala no vestido, com uma técnica invejável de moulage, eu reafirmo que o indivíduo deve ser tratado como um só.
Quando eu passo a tarde de prosa com as bordadeiras da marca, eu confirmo que o artesanato e design também são patrimônio cultural e por isso merecem ser valorizados.