18 de jul de 2011

Bolsas CASA DUQUÊ

Por aqui a conversa é franca, então terei que confessar que não e tarefa tão fácil assim falar sobre as bolsas da CASA DUQUÊ, não sei me auto promover, acho constrangedor essa coisa de auto-elogio, auto-promoção, não faço propaganda mim mesma, minha vaidade é mais tímida que eu, me incomodo com essa estória de que fiz e aconteci.
Não vou falar da piscina, da Carolina, da margarina, baby...
Mas sou obrigada a contar que eu adoro saber que tem tanta gente que usa e gosta do que faço e que mesmo quem é novo por aqui consegue perceber o cuidado com os detalhes, o carinho dedicado a cada peça, pensada uma a uma, porque não consigo fazer bolsa sem imaginar a história de quem a usa...





Me leve para passear contigo e vamos nos emocionar, chorar, rir das cosas bobas e até das mais sérias, porque assim vamos colorindo o nosso mundinho...